junho 08, 2009

[RESCALDO] "100 MÃOS NA ARRÁBIDA"

Domingo 07 de Junho.... Dia de ir a votos....


Democraticamente...., alguém decidiu que iríamos para Sul... Destino Arrábida...!!!


Já há muito que pensávamos em lá voltar, depois de há alguns anos lá termos efectuado a primeira saída, fora de portas deste grande K – há época, uma pequena iniciativa ciclobttística sem as pretensões que hoje, até internacionalmente, se preconizam…


Mas adiante… Com os cicerones vindos, a cavalo, desde o Barreiro, o ajuntamento total dar-se-ia em Vila Fresca de Azeitão – uma pequena e bem arreada vila em plena N10 a caminho de Setúbal.


Agora, a entrada num dos mais belos locais deste planeta estava por escasso quilómetros… O percurso inicia-se com uma primeira subida já em trilho que nos levaria até Vila Nogueira… a vulgarmente conhecida Azeitão… Terra de bom vinho e grandes tradições.


Dez maduros, entre umas quantas dezenas que por ali se divertem e se cruzam um pouco por todo o lado, seguem passando pelo extremo sul da vila e seguimos em direcção ao coração da serra. A coisa promete e a subida inclina-se… e o alcatrão fica, quase definitivamente, para trás…


Depois do primeiro esforço segue-se a primeira rampa…Trilhos rápidos e mais estreitos… segue-se em direcção ao TRILHO DA FALÉSIA só para ver…


Só para ver…, i.e., só para alguns verem… que ainda há por ai uns duros que se dão ao luxo de serem elevados à categoria de loucos… Aquilo mete medo… só de ver...!!! Aliás… depois de ver é que não me apanham lá… Mas sou só eu a dizer…

Resumindo… um grande aloha… a Mr. J… o único rapazito digno de referência e capaz de se mandar para lá… O único problema, diz o próprio, é que para cá foi mais difícil… Mas pronto lá temos o homem de novo do lado de cá.. são e salvo…!!! Só me lembrava do PMac em terras da Ericeira… lembram-se… ajoelhado a dois metros da falésia… Pois… pois… o problema é que aqui os dois metros resumem-se a… 2 centímetros, …talvez…!!! Brutal…!!!


De volta a terrenos menos escarpados… seguimos para uma pequena ligação em alcatrão. Antes porém mais uma pendente pedregosa até à estrada para rumarmos a Oeste.


Reentrados no trilho, na zona do grande incêndio de há três anos, apanhamos o primeiro single completamente dentro da típica vegetação mediterrânica tão específica destas paragens…


O objectivo é seguir para o lado das pedreiras e chegar à VARANDA (um dos muitos locais de vislumbre oceânico). Mas antes ainda nos estavam destinados uns quantos quilómetros.


Estradões acima…, estradões abaixo…, por ali andámos em grande velocidade ou nem por isso… Mais perto das Pedreiras e passando a Estrada da Calhariz entramos num trilho mais curto mas muito rolante… Sem pedras e com terreno aderente e mais mole foi vê-los a abrir por entre veredas e ramos, curvas e contra-curvas, saltos e saltinhos… 4 quilómetros de grande performance… Muito bom…


Reunidas as tropas… e antes do regresso faltava chegar à VARANDA… até lá um single a subir…, muita pedra e muita técnica levam a algumas passagens à mão com a menina às costas… mas lá no alto uma imagem digna dos maiores elogios… Para quem não conhecia foi uma dádiva divina.. Para os outros, um reviver de boas vibrações…!!! Avassalador é o mínimo que se pode dizer deste imenso oceano… É a combinação perfeita… é a ligação dos elementos… Terra e Mar num só… o Ar é nosso… o Fogo está, agora, longe (ainda bem…!!!)


Reabastecer é a palavra de ordem… Algumas considerações temáticas entres alguns dos intervenientes. As fotos da praxe e um bom par de minutos de boa disposição… Esta é a essência destes passeios… O que de melhor se pode retirar destas manhãs de domingo…


Recuperadas as forças… é hora de regressar…!!! O mesmo single torna-se agora muito mais agradável… mas também perigoso… Agora temos de chegar à estrada… a única que nos pode levar até aos Casais da Serra numa descida alucinante a fazer aquecer o belo do pneu…!!!


Ali, voltamos à direita e voltamos ao trilho… Neste caso mais um estradão amplo e rápido… Estavam para chegar mais emoções…!!! As grandes emoções…!!! Primeiro um encontro, mais ou menos, amoroso entre o tal rapazola da falésia e o seu mais recente e intimo quadrúpede…!!! Isto da defesa da natureza tem as suas especificidades… No comments…!!!


Depois deste encontro imediato… e alguns metros depois, quando nada o fazia supor, uma inversão rápida à direita e zás… Entramos no nosso mundo…


O mais puro e desafiante dos singles… em plena fusão com a envolvente Arrábida… Um trilho dos deuses…!!! Velocidade, técnica, destreza e imprevisibilidade… em suma… o melhor do btt num cenário de sonho… Verdadeiramente imperdível…!!! Magistral…!!! Mais de um quilómetro de perfeito prazer… No final, um troço mais técnico e perigoso mas nada de inatingível… Resumindo… Perfeito…!!!


Agora seguimos para a parte final do percurso… O objectivo é regressar ao ponto de partida… e para tal temos de conquistar a maior dificuldade do dia… Já tínhamos passado a serra para o lado de cá… restava-nos fazer o mesmo para chegar ao… lado de lá…!!!


De regresso ao estradão do burrito… seguimos até ao desvio do campismo e começamos a subir a estrada de Picheleiros…!!! Contornado ao Alto da Madalena e depois de um último vislumbre de downhill segue-se a conquista final… Um subida proeminente… algo longa mas muito retemperadora… dirão alguns…!!!


No alto, onde já tínhamos passado mas em sentido contrário, reúnem-se as tropas… O circuito fecha-se por aqui… Agora começa o desmembramento… Um primeiro retorno… e seguem os restante em frenética descida até Oleiros… Ainda um pequeno apontamento por um single interessante e verdejante… antes do regresso à civilização…!!!


Na fonte reabastecem-se os líquidos, comem-se umas bananas… e observa-se, de soslaio, uma barrinha de cereais que por ali passa… Ele há gajos brutos como as casas… Mas honrados, diga-se… A esta hora a “barrita” deve estar toda deliciada com o seu pavão… ou será…. Parvalhão….!!!!


Mais dois regressos à base…. À esquerda, seguem os outros… Entra-se em Oleiros e segue-se para Brejos…!!! Após alguns metros a bom rolar… passada a variante de Sesimbra reentra-se no mato e seguimos em direcção a Casal Bolinhos… Sem nada combinado, aproximo-me a pedaladas largas da minha base… Uma coincidência agradável… Já não vou sozinho até casa…!!!


Despedidas efectuadas… eu fico-me já aqui… Cama, comida e roupa lavada esperam-me do outro lado do portão…


O resto da rapaziada tem ainda alguns quilómetros para fazer até ao Barreiro…!!! Boa viagem e bem hajam por mais uma bela manhã de domingo…!!!


É muito bom andar de bina…!!!

2 comentários:

Alvaro disse...

Meu Amigo, descreves os passeios de tal forma k um homem fica aqui a ler e a roer-se de inveja de voces....
Já vi k passeio foi fixe, veio-me logo a ideia do nosso primeiro passeio juntos!afinal esse dia foi o inicio do Klub!!!
um abraço p tds
mal o rodrigo deixo junto-me a voces...por agora vou seguindo os teus relatos!!!!

milton elizeu da silva disse...

hospedagem de sites